Homenagem a Nelson Takayanagi Sensei

 


No Aikido, aprendemos que as coisas nem sempre são como gostaríamos e que devemos saber conviver com as adversidades surgidas de modo harmonioso e a aprender com elas.


Às vezes, nos deparamos com um uke muito duro, inflexível, que exige de nós uma capacidade imensa de recebê-lo e de aceitar sua participação na construção do movimento. Em muitas situações, completamente alheias à nossa vontade, somos forçados a conviver com esse uke por dias, meses e, por que não, anos a fio. Assim tem sido essa pandemia que assola a Humanidade.


Por outro lado, também no treino cotidiano, alguns de nós têm a felicidade de se deparar com pessoas que são um exemplo vivo de como proceder e prosseguir. Seja na técnica, suave, refinada, precisa, seja no trato, elegante e sincero, seja na etiqueta, impecável e de elevado grau de maestria, de tal modo que os ensinamentos do Dojo parecem uma extensão da vida e a própria vida uma representação do Dojo.


Assim foi Nelson Mitsuo Takayanagi. Felizes são todos aqueles que puderam conviver com ele nos treinos e mais ainda os que tiveram a oportunidade de tê-lo a indicar os caminhos não apenas da técnica, mas também os da vida.


Mitsugi Saotome, aluno direto do Fundador do Aikido, nos conta que Morihei Ueshiba certa vez afirmou que as sete pregas do hakama, peça de vestimenta usada por Nelson Takayanagi ao longo de incontáveis anos, representam as sete virtudes do Budo [1].


É impossível pensar em Nelson Sensei e não ver nele Jin - a compaixão em receber e acolher a todos os que ingressaram no Dojo da Universidade de Brasília ao longo de mais de três décadas de ensino do Aikido.


Quem teve a oportunidade de conhecer um pouco mais de sua história de vida, via nele Gi - a justiça, em seu proceder reto e honesto, não importando quão elevados fossem os cargos por ele ocupados em sua exitosa e exemplar carreira profissional e isso em um país tão marcado por escândalos.


Também era possível vislumbrar em toda a sua plenitude Rei - a cortesia e a etiqueta, representadas apenas em um pálido exemplo no chegar antes que todos ao local de treino e, humildemente, encher o balde com água e desinfetante e realizar toda a assepsia do piso e dos tatames com pano e rodo.


Uma pessoa de tamanha envergadura moral certamente era dotada de Chi - sabedoria, em sua mais elevada manifestação, não se restringindo ela aos aspectos técnicos das duas artes às quais se dedicou: a Engenharia e o Aikido.


Ao ver seu convívio com a família, Dona Iliana, Rogério e Camila, e mais adiante com os queridos netos, era possível também ver Shin - a devoção que tinha em todos os momentos a seus entes queridos.


Ao nos orientar nos treinos, a cada dia exteriorizava Chin - a lealdade no instruir e no guiar no caminho, sem nos permitir jamais pensar que estávamos prontos e que nada mais havia a aprender.


Nos necessários momentos de avaliação, sempre agia com imparcialidade - Kôhei - jamais convidando um aluno a se submeter ao escrutínio técnico se não tivesse a certeza de que ele estaria apto para tão importante momento na caminhada marcial.


Há exatos dois anos, quando da partida de Eniomar, seu aluno querido, disse Nelson Sensei que ele havia nos deixado no mesmo mês em que partiu o nosso fundador Morihei Ueshiba [2]. Por mais que nos doa, parece oportuno que alguém cuja vida foi ligada ao Aikido de modo tão belo e exemplar também siga aos planos celestiais neste mês.


Poucos meses atrás, quando da partida de Ono Sensei, nos escreveu Nelson Sensei que o falecimento é o momento no qual o ser humano se liberta da condição terrestre para uma nova vida, livre da condição de sofrimento, conforme o ensinamento do budismo [3].


Assim como ele fez anteriormente a nós, sigamos agora seu exemplo e permaneçamos “em oração para que seus ensinamentos continuem se propagando e que, iluminado, ele nos oriente aqui na terra para continuar a missão de ensinar a paz e a boa vontade para toda a humanidade” [4].


Nelson Sensei, tenha a certeza de que seu legado permanece vivo e seu exemplo continuará a ser seguido por todos nós!

 

Brasília, 4 de abril de 2021.

Adriano da Nobrega Silva - Aizenkai.



Referências:


[1] SAOTOME, Mitsugi. The Principles of Aikido” (Boston e Londres: Shambala, 1989, p. 211), Mitsugi Saotome afirma que o Fundador do Aikido afirmou que as sete pregas do hakama, peça de vestimenta usada por Nelson Sensei ao longo de incontáveis anos, representam as sete virtudes do Budo.


[2] TAKAYANAGI, Nelson. A partida de Eniomar Souza. Disponível em: http://aizenkai.org/2019-04-18-eniomar.htm Acesso em 4 abr 2021.


[3] TAKAYANAGI, Nelson. Homenagem pela passagem de Ono Sensei. Disponível em: http://aizenkai.org/2020-11-artigo-ono.htm Acesso em 4 abr 2021.


[4] Idem à nota número 3.


 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aizenkai.